12 arqueólogos que não conseguiram explicar o que haviam descoberto

12 arqueólogos que não conseguiram explicar o que haviam descoberto0shares

Há um grande número de antigos mistérios ao redor do mundo que aparentemente nunca foram resolvidos, devido a muitas razões diferentes, tais como: a perda de dados e evidências, a infeliz destruição de monumentos arqueológicos valiosos e irrecuperáveis e muitas outras. Mesmo assim, o arqueólogo da National Geographic, Fredrik Hiebert, está otimista e, em sua opinião, a humanidade está prestes a fazer descobertas ainda mais maravilhosas do que aquelas que já foram feitas ao longo da história da arqueologia, que sem dúvida, poderão revelar alguns segredos do passado da humanidade.

Hoje, queremos trazer a vocês, nossos queridos leitores, uma compilação dos 12 casos das mais misteriosas descobertas arqueológicas, que mesmo no século XXI ainda não têm explicação lógica.

1. Espada do Rio Witham, Inglaterra

Em 1825, a espada de um cavaleiro foi encontrada no rio Witham, perto de Lincoln, na Inglaterra. Foi datada do final do século 13 e é provavelmente de fabricação alemã. A folha tem uma inscrição que até hoje não pôde ser decifrada transcrita abaixo: + NDXOXCHWDRGHDXORVI +.

A espada é exibida na Biblioteca Britânica, instituição que atraiu o público em busca de ajuda para decifrar a inscrição da folha, uma vez que nem os criptógrafos nem os linguistas conseguiram decifrá-la.

2. Dodecaedros romanos

Esses belos objetos feitos de bronze foram espalhados por toda a Europa, em todo o território que antes ocupava o Império Romano, mas até hoje sua função é desconhecida. Os pesquisadores especulam que talvez tenham sido usados pelos antigos marinheiros para se orientarem no mar, mas estes são mais do que teorias e não sabemos com certeza qual era o seu propósito.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR