20 lugares ao redor do mundo onde a lei da gravidade não parece ser verdade

20 lugares ao redor do mundo onde a lei da gravidade não parece ser verdade4shares

Desafiar a lei da gravidade na natureza é um empreendimento impossível, mas até o próprio Albert Einstein teria ficado sem palavras com os fenômenos inexplicáveis que acontecem na lista de lugares que selecionamos para você hoje. Em certos lugares muito especiais do nosso planeta, veículos, garrafas e até mesmo água, rolam para cima como se fossem atraídos por um ímã, quando pela força da gravidade deveriam fazer o oposto.

Não admira que, diante de uma maravilha tão misteriosa da natureza, esses lugares tão fora do comum tenham se tornado verdadeiras atrações turísticas e pontos de encontro de curiosos de todo o mundo que, movidos pela descrença, tentaram, sem sucesso, que a lei da gravidade é estritamente cumprida nesses lugares, chegando em alguns casos até a testar caminhões pesados que, para sua surpresa, subiram a colina, estando em posição neutra.

Continue lendo para conhecer esses 20 lugares incríveis onde nossa percepção da realidade pode ser afetada.

1. Portezuelo, Uruguai

Perto da praia de Portezuelo, no departamento de Maldonado, há uma rua muito especial. É uma estrada com uma subida muito íngreme. Se você dirigir de carro, dirigindo normalmente nada anormal acontece, mas se o motor parar, a caixa de câmbio é colocada em ponto morto e o freio de mão é liberado, a lógica é que o carro desce, mas tudo acontece caso contrário, começa a subir. A água foi colocada no pavimento e verificou-se que não seguiu o curso lógico. Lentamente, a água começou a subir. Uma menina de patins também teve a oportunidade de verificar. Ele patinou normalmente até que parou e começou a subir.

2. Colina magnética, Leh Ladakh, Índia

Um território disputado entre a Índia e o Paquistão tem um sinal que até informa sobre o fenômeno. Ele está localizado a cerca de 30 quilômetros da capital, Leh, e está localizado na rodovia Leh-Kargil-Baltik, a cerca de 4300 metros acima do nível do mar, na fronteira com o rio Indo, originário do Tibete. Diz-se que a energia magnética aqui é tal que um veículo com o motor desligado move-se a uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR