A emotiva e difícil carta desta mãe solteira ao pai de seu filho fará você refletir

A emotiva e difícil carta desta mãe solteira ao pai de seu filho fará você refletir2shares

Trazer uma criança ao mundo é, sem dúvida, um dos eventos que leva a mais mudanças na vida de uma pessoa, seja homem ou mulher, que pela primeira vez é confrontada com a paternidade, muitas vezes sente uma estranha mistura de emoções: a alegria de ter um bebê, mas também a ansiedade de saber que essa pessoinha dependerá de você para poder crescer e se desenvolver em um ambiente saudável e feliz.

Infelizmente, nem todos os que se tornam pais estão à altura do compromisso e sentem-se sobrecarregados pelo trabalho árduo que significa a educação de uma criança, especialmente nos primeiros meses em que você sentirá que não tem tempo para comer e dormir bem e também a perda completa de sua liberdade.

É cada vez mais comum que as crianças cresçam com apenas um dos pais

Apesar de nosso progresso como sociedade, as taxas de divórcio e abandono de lar continuam a crescer no século 21 e uma porcentagem muito alta de crianças está crescendo com apenas um dos pais.

Mas ser pai ou mãe é muito mais do que conceber uma criança

Pelo contrário, esse nome pertence apenas àqueles que estiveram presentes e dispostos a enfrentar os desafios e sacrifícios que a imensa, mas maravilhosa responsabilidade de formar um verdadeiro lar e de servir de guia e apoio tanto para o parceiro como para esta nova pessoa que você trouxe ao mundo.

Hoje queremos compartilhar com nossos leitores a emocionante carta de uma mãe solteira ao pai de seu filho

Esperamos que sirva de reflexão para todos aqueles que se tornarão pais ou que já são, para que compreendam a importância de estar presente na vida de seus filhos.

"Ainda me lembro do momento em que te disse que estava grávida"

"Foi um processo muito longo, a princípio você me fez acreditar que estava empolgado em ser pai, mas seu abandono e sua falta de apoio durante esses meses provaram o contrário. No fundo eu sempre soube que você nunca sacrificaria a sua liberdade e seu estilo de vida para ser meu marido, muito menos para ser pai".

"Por isso que minha gravidez foi um momento agridoce"

"Desde o começo eu senti que estava sozinha, você nunca me acompanhou a qualquer consulta médica, nem perguntou como eu me sentia e muito menos se importava em se envolver em fazer compras ou se preparar para arrumar o quarto onde nosso filho dormiria".

"Mas essa dor passou, foi logo e hoje eu tenho uma maneira diferente de ver as coisas"

"E quando o senti chutar minha barriga pela primeira vez, percebi que nunca mais estaria sozinha".

"Quando você nos deixou, eu chorei como nunca antes"

"De um momento para o outro, percebi que teria que carregar meu filho sozinha e estava com muito medo. Não me sentia capaz, achava que a vida ia embora e que não seria suficiente para meu bebê. Aquela criatura, tão pequena e frágil, ficaria bem. E felizmente eu estava errada".

"Ver meu filho crescer me dá a força que preciso para seguir em frente"

"Cada vez mais ele está inquieto, mais alerta e mais inteligente, em algumas coisas ele me lembra muito de você, mas não se preocupe, nunca falarei mal de ti porque, embora você não pudesse assumir a responsabilidade, sei que como eu, você tomou uma decisão difícil e eu não o julgo por isso, mas a diferença entre nós é que eu fiz a minha parte e tenho orgulho disso".

"Foi difícil. Custou-me muitas noites sem dormir e eu chorava em silêncio para não acordá-lo"

"Mas agora eu sei que talvez tudo tivesse dado errado se você tivesse ficado, porque parte de ser pai é mudar os maus hábitos e torna-se um exemplo a seguir, algo que você nunca esteve disposto a fazer. Hoje eu sei que foi melhor assim, porque com suas noites de festa, ressacas e o cheiro de cigarro, que exemplo você seria para o nosso filho?

"Como eu disse antes, não pretendo te julgar"

"Nem negarei ao meu filho o direito de saber que ele tem um pai, mesmo que você nunca tenha estado lá quando ele ficou doente, nem em seus eventos escolares, nem naquelas noites em que o monstro do armário o aterrorizou".

"Mas isso não importa mais, sabe por quê? Porque eu sempre fui o suficiente para ele"

"Não vou negar a verdade de que você é o pai dele, mas também não vou fazer dele uma imagem de você. Não te proíbo de vê-lo, você simplesmente não quis se aproximar dele, e por isso ele fará a própria imagem de você".

"Eu só posso agradecer-lhe, porque se não fosse por você eu nunca teria conhecido o amor verdadeiro"

"Aquele que veio a este mundo pesando 3 quilos e 200 gramas e medindo 51 centímetros, aquele amor que diz 'bom dia, mamãe' e me dá um abraço quando vou buscá-lo na escola ... Obrigado por não ser corajoso o suficiente para enfrentar as mudanças que vieram com aquele pedacinho de felicidade. Erroneamente, vi você como o amor da minha vida, mas hoje eu sei que o que eu tenho agora durará para sempre".

"Espero que você não se arrependa de ter deixado de lado esse ser maravilhoso que se preocupa com os outros"

"Ele encontrou em seu avô uma figura paterna que lhe deu força, ensinou-lhe valores e mostrou-lhe o que significa ser homem, porque você nunca esteve à altura dessa tarefa, e eu não pretendo ofendê-lo, mas te desejo melhor sorte".

"Obrigada novamente, e espero que em breve você encontre a felicidade que sinto hoje como mãe, a felicidade que você negou a si mesmo"

Ser mãe solteira é difícil, mas a única companhia que você precisa para conseguir é o seu filho

Essa pequena criatura lhe dará toda a força e sabedoria que você precisa para ter sucesso nesta árdua jornada, mas na qual você encontrará a maior alegria e satisfação que você pode conhecer na vida.

Compartilhe esta história para que todos os pais possam refletir. 

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR