A obesidade de ambos não permitia que eles tivessem relações sexuais e uma vida normal

A obesidade de ambos não permitia que eles tivessem relações sexuais e uma vida normal2shares

A obesidade mórbida é caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura no corpo. Esta forma de obesidade é classificada como grau 3, que é o mais grave, e coloca em risco a saúde e tende a diminuir o tempo de vida da pessoa.

Este era o caso de Lee Sutton, 42, e Rena Kiser, 39, que se conheceram em uma clínica especializada em ajudar pessoas a perder peso e imediatamente se apaixonaram.

Ambos deixaram a clínica porque o relacionamento era proibido. Foi quando as coisas ficaram fora de controle e suas vidas começaram a girar em torno da comida. Nesse ponto, eles pesavam juntos 600 quilos, e já não podiam continuar cuidando de si mesmos e tiveram que pedir a ajuda de Cassie, irmã de Lee.

Eles decidiram buscar ajuda

Eles estavam apaixonados e queriam ter uma vida normal, porque durante os 11 anos de relacionamento que tinham, a obesidade de ambos não permitia que eles tivessem relações sexuais. Foi então que decidiram buscar ajuda profissional em uma clínica no Texas, onde o médico os advertiu que, antes de serem submetidos a cirurgia bariátrica, eles deveriam perder uma grande quantidade de peso.

A vida do casal estava em risco e eles deveriam mudar seu estilo de vida. Por isso decidiram comecar uma dieta rigorosa. Após 12 meses conseguiram perder juntos 260 quilos.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR