A "Regra dos 3 Minutos" que todos os pais devem seguir com seus filhos

A "Regra dos 3 Minutos" que todos os pais devem seguir com seus filhos0shares

O trabalho de uma mãe nunca é fácil e se torna particularmente complicado quando ela precisa se aventurar no mundo para trabalhar. É claro que, à medida que as crianças crescem, elas param de exigir tanta atenção, mas é sempre importante dedicar tempo suficiente para manter um bom relacionamento.

A esse respeito, uma psicóloga revelou sua maravilhosa regra de 3 minutos que ajudará pais ocupados a manter um bom relacionamento com seus filhos com base na confiança mútua. Desta forma, a criança crescerá em um lar amoroso, onde poderá expressar todos os seus pensamentos e idéias.

Se você ficou impressionado com essa regra, COMPARTILHE-a com seus amigos. Não se esqueça de nos deixar sua opinião nos COMENTÁRIOS, nós gostaríamos de saber o que você pensa.

Você já pensou em quanto tempo passa com seu filho depois do trabalho?

Tecnicamente, leva 30 minutos para preparar o jantar, outros 15 minutos para ler um livro e apenas alguns momentos para o boa noite. O que praticamente não lhe deixa muito tempo para se relacionar profundamente com o seu pequenino!

No entanto, de acordo com especialistas, entre esses períodos há 3 minutos que podem ser fundamentais para os seus filhos.

A psicóloga Nataliya Sirotich ensina a "regra dos 3 minutos" que, segundo ela, ajuda a ganhar a confiança do seu filho mesmo quando ele chega a adolescência.

Continue lendo para descobrir como usar esses 3 minutos corretamente!

A regra dos 3 minutos:

Esta regra diz que você deve se encontrar com seu filho todos os dias e tratá-lo como se você não o visse há muito tempo (mesmo que tenha sido por apenas 10 minutos).

Além disso, é essencial estar no mesmo nível dos olhos da criança e passar 3 minutos abraçando-a e perguntando o que aconteceu enquanto vocês não estavam juntos.

E é muito importante seguir esta regra quando você busca seu filho na escola ou simplesmente quando chega em casa depois do trabalho.

Por que isso é necessário?

Segundo a psicóloga, os primeiros minutos em que você vê seus filhos são ideais, pois é o momento em que eles aproveitam para compartilhar todas as informações que podem lembrar.

E as consequências de ignorar esses primeiros minutos podem variar, dependendo do caráter da criança.

Mas quando uma criança não tem a oportunidade de contar tudo o que pode a seus pais, ela não falará sobre coisas importantes e, no futuro, alguns fatos não parecem ser importantes o suficiente para continuar compartilhando-os com eles. E é por causa disso que muitos pais perdem coisas significativas na vida de seus filhos.

Há também crianças que continuam a falar mesmo quando seus pais não prestam atenção.

Pais de crianças assim correm o risco de considerar seus filhos como um barulhos ao qual não devem prestar atenção.

Recomendações adicionais:

É importante ter em mente que esta regra não significa que você só deve dar aos seus filhos 3 minutos por dia. A regra implica que você use 3 minutos logo após terem se encontrado, para ouvir tudo o que é importante para o seu filho.

Além disso, para alcançar um maior nível de compreensão, os psicólogos recomendam seguir estas diretrizes:

1. Passe algum tempo todos os dias com eles, para que possam fazer alguma atividade juntos.

O ideal é procurar uma atividade em que ambos estejam interessados.

2. Deixe seus filhos entenderem que eles são ouvidos.

Você pode repetir as informações que ouviu para que seu filho possa saber que está prestando atenção.

3. Não mostre emoções falsas.

4. Evite usar argumentos longos e inúteis, mesmo que saiba que está certo.

Nestes casos, basta dizer: "Ok, entendo que você não concorda comigo".

5. Continue conversas um pouco mais tarde, dessa forma ele saberá que você ainda se lembra do que estavam falando.

Seguindo essas dicas, temos certeza de que você terá um ótimo relacionamento com seu filho.

E que seu filho será capaz de confiar em você com todas as coisas que acontecem em sua vida.

E quanto tempo você passa com seu filho?

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR