A triste realidade dos adoráveis Pugs

A triste realidade dos adoráveis Pugs13shares

Os pugs é uma das raças mais antigas, que surgiu originalmente na China, apareceu na Europa e logo se tornou o queridinho da família real holandesa. Inclusive, está retratado em muitas pinturas ao lado das famílias da alta sociedade européia.

Com características físicas únicas, o pug é uma raça inconfundível. De porte pequeno, mas com pernas fortes e retas, olhos esbugalhados, focinho achatado e uma cauda bem enroladinha, eles conquistam cada vez mais as pessoas do mundo todo.

Devo dizer que pugs é uma das minhas raças preferidas de cães. Eles são adoráveis e muito charmosos, me apaixonei por eles desde que vi Frank em 'Men in Black'. E desde então sempre quis um deles ... Até eu ler isso.

Há muito mais nos pugs do que apenas fofura e beleza. Eles são os cães mais afetados pela manipulação eugênica.

O pug, também chamado de "carlino", sofre mais do que podemos ver a olho nu. E apesar de você ser apaixonado por eles, isso te fará pensar que talvez fosse melhor se essa raça maravilhosa nunca tivesse existido, pelo menos não deste jeito.

Esta raça é o resultado de centenas de anos de cruzamentos entre raças com características específicas, como a cara achatada, o rabo levantado, pequeno porte ... 

Uma vez que esses traços são produtos da mão do homem e não da evolução, a anatomia desses adoráveis cachorros não se adaptou muito bem: seus ossos foram reduzidos, mas a pele e os músculos não foram, então eles se encaixam de maneira desconfortável, o que dificulta a respiração do animal e facilita a produção de fungos. 

Esses adoráveis cachorros vivem se afogando por nossa culpa.

Além disso, quando há uma falha na musculatura de seu rosto, o que é normal no pug "antigo" porque não foi feito para cobrir um crânio tão pequeno, é muito possível que eles tenham crises respiratórias.

•#skull #pugskull •

A post shared by ♮Antonio♭ (@dr.kill_81) on

E como se isso não bastasse, eles não têm espaço para todos os dentes na mandíbula, o que poderia ocasionar uma periodontite.

E como eles não têm um focinho alongado, seus olhos estão mais expostos, o que aumenta o risco de acidentes oculares.

Além disso, seu sistema digestivo também lhe causa inconvenientes. E, graças a seus problemas respiratórios, eles não têm uma termorregulação adequada.

Em conclusão, esses cachorrinhos nasceram com o único objetivo de serem lindos e atrativos, enquanto sofrem com seus problemas genéticos.

Você ainda quer um Pug? Deixe-nos saber nos COMENTÁRIOS. COMPARTILHE com seus amigos apaixonados por cachorros! 

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR