A verdade por trás do fenômeno da princesa iraniana Qajair

A verdade por trás do fenômeno da princesa iraniana Qajair1shares

O triunfo das lendas urbanas não é outro senão usar um fato real e compensar para torná-lo atraente, algo que aconteceu com um dos mais recentes fenômenos da internet no Facebook. As imagens da suposta princesa iraniana Qajair passam pela rede social através de diferentes páginas de curiosidades que não param de compartilhar um post que se move entre o mito e a realidade.

"Ela teve 145 pretendentes da alta nobreza e 13 deles tiraram suas vidas por sua rejeição", disseram perfis sobre a vida de Qajair, que explicam que " ela foi considerada o símbolo da perfeição e da beleza". Ao lado do texto aparecem duas imagens da suposta princesa, em que se enfatiza que na primeira aparece barbada e, na segunda, "recém-barbeada".

Aparentemente, a mulher nas fotos seria Anis-Al Doleh, que era uma das mulheres favoritas do persa Nasereddin xá da dinastia Qajar. Enquanto a verdadeira protagonista referida na história que acompanha as fotos seria a princesa iraniana Zahra Khanom Tadj es-Saltaneh.

Se você quiser conhecer a realidade, veja estas fotos e leia a verdadeira história dessa famosa princesa.

Muito provavelmente, as fotos que circulam nas redes sociais não pertencem à pessoa certa

A confusão da imagem viral vem da mistura de uma das esposas de Nasereddin com sua filha, em uma história que já conta com milhares de usuários do Facebook há meses.

Os cânones de beleza que foram tratados no Irã no final do século XIX e início do século XX eram muito diferentes dos de hoje.

Graças ao próprio Sha Nasereddin e à sua paixão pela fotografia, era sabido que naquela época e local se consideravam mostras de beleza mulhers cegas e até com bigode, como mostra o grande número de fotografias tiradas pelo sha de mulheres que viviam em seu harém.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR