As crianças foram salvas de um sequestro graças a duas palavras que sua mãe os ensinou

As crianças foram salvas de um sequestro graças a duas palavras que sua mãe os ensinou1shares

Há muitas lições de vida que os pais têm para ensinar a seus filhos antes de chegar a idade adulta. Aprender a tratar as outras pessoas gentilmente é importante, mas às vezes as lições mais importantes são sobre estar seguro. 

Muitos pais ensinam a seus filhos o conceito de "estranho perigoso", mas uma mãe de Utah ensinou a seus filhos um conceito diferente que salvou suas vidas.

A maioria dos pais falam com seus filhos em algum momento sobre a importância de ter cuidado com estranhos.

Afinal, quando atingem uma certa idade, é impossível estar com eles em todos os momentos.

Conheça Jodie Norton, uma escritora e mãe de Utah, que é muito grata por ter ensinado a suas crianças o perigo que desconhecidos podem lhe causar. 

A história que conta no seu blog Time Well Spent  recebeu grande atenção, devido a um incidente assustador que aconteceu com ela um dia, quando teve que ir ao hospital de emergência com seus filhos.

Depois de se levantar com forte dor abdominal que resultou em um cisto de ovário roto, ela teve que correr com suas crianças de oito e dez anos para a sala de emergência do hospital próximo a sua casa.

Não teve escolha senão levá-los.

Antes de entrar na sala de emergência, deixou seus dois filhos na frente do hospital porque achava que sua vizinha poderia levá-los logo para a escola. 

"Eu assumi equivocadamente que minha vizinha estava vindo de sua casa (não estava longe), então meus dois filhos ficaram sentados na frente da sala de emergência por 40 minutos, e não os cinco minutos que eu esperava", disse Jodie. Foi quando as coisas começaram a ficar preocupantes ... 

Jodie nos conta o que aconteceu depois.

"Enquanto as crianças estavam em um banco, elas foram abordadas por uma mulher adulta e dois homens malvados". A mulher perguntou se a ajudaria no banheiro, onde seu namorado estava se escondendo dos médicos, para ver se eles poderiam convencer-lhe a sair e ser cuidado".

Mesmo com os estranhos insistindo continuamente que os meninos fossem com eles, eles simplesmente responderam "não, obrigado".

Foi nesse momento que a vizinha finalmente apareceu e pegou as crianças.

Ao sair, viram outro homem saindo do banheiro e juntando-se aos estranhos que se aproximaram deles.

Isso foi definitivamente por um triz!

Você tem que ouvir o que os meninos disseram à mãe quando ela chegou em casa mais tarde naquele dia ...

"Foi só quando meus filhos voltaram para casa da escola às 3:30 da tarde, que eu soube que eles haviam chego muuuuito tarde na escola", acrescentou Jodie.

Foi quando ela percebeu tudo o que tinha acontecido naquele dia. Ela ficou horrorizada ao ouvir e perceber que dois de seus filhos provavelmente teriam sido sequestrados se não dissessem o que eles disseram aos estranhos. "No entanto, minha raiva e surpresa se transformaram em uma gratidão imensa, quando ouvi o CJ recitar uma regra de "segurança familiar" que estabelecemos há muito tempo, mas o ajudou a saber que esses caras não eram bons, a pista para identificar uma "pessoa suspeita", disse ela.  

Mãe inteligente e crianças inteligentes!

O que foi particularmente inteligente sobre a mensagem de Jodie é a razão pela qual um estranho pode ser uma "pessoa suspeita". Seu filho mais velho, CJ, disse a ela: "Eu sabia que eles eram suspeitos porque pediram ajuda, e os adultos não pedem ajuda às crianças".

No final do dia, Jodie está feliz por seus filhos serem sãos e sadios.

Em seu blog, Jodie explica que ela ensinou as palavras "pessoa suspeita" em vez de "estranho perigoso" porque as crianças podem ter que procurar ajuda de um estranho um dia. A idéia é originária de Pattie Fitzgerald, fundadora da Safely Ever After.

COMENTE suas impressões sobre a mensagem que Jodie ensinou aos filhos. 

O que você acha?

COMPARTILHE este artigo com seus amigos no Facebook que são pais.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR