Conheça a história do fisiculturista que morreu de câncer devido ao abuso de esteróides

Conheça a história do fisiculturista que morreu de câncer devido ao abuso de esteróides3shares

Dean Wharmby, 39 anos, de Greater Manchester, Reino Unido, dedicou vários anos de sua vida à melhora de seu físico.

Para ganhar peso ele devorava uma série de junk food e lanches calóricos, além de fazer uso de esteroides. Logo, ele acabou desenvolvendo problemas de saúde, e em 2010, descobriu ter um tumor em seu fígado. Naturalmente ele interrompeu o uso dos esteroides e apelou para a medicina. Apesar de lutar expressivamente contra a doença, o tumor agressivo acabou resultando na morte do fisiculturista.

Dean chegava a beber até 8 latas de energético por dia para ganhar peso. Obcecado pelo corpo ideal ele tinha uma dieta de 10.000 calorias diárias, que incluíam hambúrgueres, pizzas e bacon. Além disso, também fazia o uso de anabolizantes com a finalidade de esculpir os músculos.

Dean também era pai e, devido ao abuso de esteróides, ele não está mais com a sua filha; Dean injetava esteroides anabolizantes para aumentar sua energia e esculpir seus músculos ao máximo, Dr. Lisa Hashimi destaca o fato de que este infeliz evento deve servir como um alerta para todos aqueles que consomem anabolizantes.

Depois dos estragos deixados pelo abuso de anabolizantes, Dean retomou sua fé na medicina natural.

Charlotte Rigby, que era parceira de Dean, disse que quando ela o conheceu, 8 anos antes, ela suspeitou que ele usasse esteróides porque o volume e a aparência de seus músculos não eram normais; no entanto, ela acrescentou que quando se casaram em 2010, ele estava tentando abandonar os anabólicos.

Dean disse para o Daily Mail que ele tinha uma dieta de aproximadamente 10.000 calorias por dia, porque "ele queria ser o maior possível" e acrescentou que usava esteróides "porque todo mundo fazia isso". Depois de adquirir esses hábitos alimentares, Dean formou seu próprio negócio e afirma que:

"Eu poderia treinar 7 clientes em um dia, do começo ao fim. E ainda tinha energia para me treinar".

Toda essa energia era de 7 ou 8 latas de bebidas energéticas que ele consumia a cada 2 horas.

Depois de algum tempo, seu corpo não aguentava mais e ele teve que lutar mais de 5 anos com o câncer de fígado. Dean teve a oportunidade de fazer quimioterapia e um transplante de fígado, mas no final decidiu usar medicamentos naturais.

"Recusei desde o primeiro dia. A principal razão pela qual escolhi o natural em vez do artificial é porque quero viver. Eu não quero morrer".

Felizmente, um ano após o tratamento, Dean venceu os tumores, mas para sua desgraça, ele retomou seu antigo e nocivo estilo de vida.

Em 2013, durante uma sessão intensa na academia, ele desmaiou e foi levado diretamente para o hospital, e retomou seu estilo de vida saudável.

No entanto, desta vez ele não teve tanta sorte, primeiro seu casamento acabou e por algum tempo ele não teve onde morar e, como resultado, foi difícil para ele continuar com seu estilo de vida saudável.

Em novembro, os médicos avisaram que ele tinha uma expectativa de vida de apenas 3 meses. Apesar dessa notícia, Dean tentou retomar seu estilo de vida saudável, mas o câncer era grande demais para ser removido e estava muito avançado e Dean Wharmby faleceu.

Logo após a morte de Dean, sua namorada postou no Facebook: "Eu sei onde ele está agora, ele é livre, ele é incrível, ele abalou toda a sua doença e dor. Agora é puro e perfeito, e viverá para sempre".

Esperamos que a morte de Dean não seja em vão e sirva de alerta para todos os atletas que estão usando anabolizantes. Vale a pena colocar sua vida em risco para parecer o que você não é?

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR