Conheça o país onde uma vaca vale muito mais que uma menina bem educada

Conheça o país onde uma vaca vale muito mais que uma menina bem educada0shares

Às vezes, podemos ficar desanimados ao ler histórias terríveis de crianças que foram submetidas a verdadeiros calvários por seus próprios pais. Anteriormente, discutimos a história de uma garota da Índia que foi vendida por seu pai para um homem muito mais velho que ela não conhecia e foi forçada a se casar.

Mas esse tipo de evento não se limita à Índia, mesmo nos Estados Unidos há relatos de crianças sendo forçadas a se casar. No entanto, algo ainda pior acontece na Tanzânia: lá, a vida de uma menina pode valer menos do que a de uma vaca ou qualquer outro animal.

Abaixo, revelamos alguns detalhes da vida difícil que as jovens enfrentam por simplesmente nascerem na Tanzânia. Se você se sentiu tão desanimado ao ler esta nota, COMPARTILHE com seus amigos. Não se esqueça de nos deixar sua opinião nos COMENTÁRIOS, nós gostaríamos de saber o que você pensa.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Human Rights Watch em 2016, cerca de 1 em cada 3 meninas que vivem em países em desenvolvimento se casam antes dos 18 anos.

E pelo menos 1 em 9, se casa antes mesmo dos 15 anos. Embora a perspectiva de ver uma criança se casar com um adulto seja assustadora para qualquer pai ou mãe, isso não acontece em países onde a fome é abundante.

Um exemplo claro é a Tanzânia, um país onde a extrema pobreza e a fome são um dos principais problemas que seus habitantes enfrentam.

Neste país, localizado na costa leste da África Central, as meninas são obrigadas a se casar com homens mais velhos, a partir dos 12 anos. Perder toda a inocência antes mesmo de se desenvolver completamente!

Não sendo suficiente, há famílias que trocam suas filhas entre 12 e 16 anos por uma vaca ou um animal do qual possam se alimentar.

Sendo oferecidas aos homens mais velhos para transformá-las em esposas contra sua vontade. Pior de tudo, muitas dessas garotas acabam sendo estupradas por esses homens!

A este respeito, o Parlamento da Tanzânia decidiu aprovar uma nova alteração à lei da educação, a fim de proibir o casamento infantil.

De fato, se um homem adulto tenta se casar com uma mulher com menos de 18 anos, ele pode ser sentenciado a até 30 anos de prisão, assim como os pais da criança.

Embora os ativistas e as autoridades tenham tentado pôr fim a essa tradição, há muitos cidadãos que não vêem nada de errado com os casamentos arranjados.

"Temos apenas uma filha e, através de seu casamento, podemos obter uma vaca", disse a mãe de Maasa 'N', uma menina de 13 anos.

Algumas mães do país explicam que tudo é uma tradição e que é muito importante adquirir uma vaca para sobreviver.

"Eu também tenho filhos, um dia eles se casarão e suas mulheres virão morar conosco, então teremos meninas em nossa casa de qualquer maneira", explica a mesma mãe.

Algo realmente chocante é que o "valor" das meninas diminui se elas forem educadas.

"As meninas educadas não têm tanto valor, não são boas donas de casa, querem ter sua própria opinião sobre tudo, são mimadas", explica um tanzaniano.

Eles também explicam que os homens preferem se casar com garotas mais novas porque elas "se adaptam" mais rápido a sua nova vida.

"Os homens querem se casar com garotas jovens, porque assim elas se adaptarão mais facilmente à nova família".

Um caso sobre esses casamentos que foi compartilhado na Internet é o de Kristina.

Uma menina de 13 anos que foi forçada a se casar e agora mora em um centro para vítimas de casamento infantil. Como a jovem explica, seus pais tiveram que fugir depois que as autoridades souberam do casamento.

"Meu pai precisava de vacas e não de mim", disse Kristina.

"Ele deve estar furioso comigo por perder as vacas".

Como justificativa para essa tradição incomum, as mães da Tanzânia dizem que é muito mais difícil manter suas filhas do que um animal.

Então elas fazem isso para sua própria sobrevivência, independentemente do destino de sua filha.

Por enquanto, o governo da Tanzânia está tentando erradicar o casamento infantil para proteger os mais jovens.

Embora tenhamos certeza de que levará muitos anos para alcançá-lo, já que é necessário mudar a mentalidade dos país inteiro.

Além disso, para tornar isso realidade, o governo precisa superar a extrema pobreza, a falta de educação e a violação dos direitos humanos das meninas.

Um longo caminho a percorrer.

Você pode saber mais sobre isso através do vídeo compartilhado pelo portal RT em Espanhol:

O que você acha disso?

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR