Ela adotou um bebê e 27 anos depois ele tem a chance de demonstrar sua gratidão

Ela adotou um bebê e 27 anos depois ele tem a chance de demonstrar sua gratidão2shares

Toda criança merece pais amorosos que lhe deem proteção , amor e cuidado. Isto é algo em que realmente acredito e tenho certeza que você está de acordo. Porém, lamentavelmente este nem sempre é o caso, sabemos que ao redor do mundo há crianças que crescem sem pais que os apoiem e cuidem. 


Mas por sorte, em todas as partes existem pessoas incrivelmente generosas, como Ingeborg McIntosh, quem gentilmente oferece seu lar a inúmeras crianças adotivas ao longo de sua vida. Ingeborg ajudou a criar muitas crianças em sua vida adulta, ganhando o carinho de toda a comunidade, mas ainda que muitos demonstrassem sua gratidão e amor nos anos seguintes, nenhum deles se destacou tanto como Jordan. 

Ingeborg acolheu Jordan desde que era bebê.

Desde o momento em que o conheceu, soube que queria adotá-lo. Porém, a mãe biológica de Jordan esparava que ele fosse adotado por outra famíla afroamericana. Ou um casal bi-racial. Ingeborg continuou criando Jordan em seu lar e nunca perdeu a esperança de que um dia ele seria, oficialmente, seu filho.

Mas apesar disso, Jordan seguia sem ser adotado.  

Depois de quatro longos anos de amor e cuidado, Ingeborg finalmente viu seu sonho se realizar. Ela assinou os papéis de adoção e Jordan passou a ser oficialmente seu filho. Durante toda infância, ela cuidou de Jordan o melhor que pode, sem pedir nada em troca. 

Mas quando as coisas ficaram difíceis, Jordan mostrou a sua mãe adotiva quão agradecido ele realmente era. 

Mais de 20 anos depois, Ingeborg recebeu uma notícia devastadora ... 

Ela foi diagnosticada com uma doença de rim policístico. E para sobreviver, ela precisaria de um novo rim. Quando Jordan soube da doença de sua mãe, soube que precisava fazer alguma coisa para ajudá-la. 

Sem dizer nada a sua mãe, fez o teste para saber se estava qualificado a doar um de seus rins.

Felizmente, Jordan era compatível! 

Mas Ingeborg não queria que seu amado filho fizesse a cirurgia. Ela tentou que ele reconsiderasse sua decisão, porém, Jordan sabia que queria retribuir a mulher que foi responsável pela sua vida. 

Sem duvidar nem um segundo, Jordan se submeteu ao procedimento cirúrgico ... 

Jordan fez este sacrifício definitvo por sua mãe, e no fim, deu tudo certo! Tanto Ingeborg quanto Jordan se recuperaram da cirurgia sem nenhuma complicacão. A história dos McIntosh é uma que todo pai e filho deveriam escutar. Ingeborg fez tudo o que pode por Jordan quando ele era apenas um menino, e no fim, Jordan fez tudo o que pode por ela. 

É incrível quão forte pode ser o laço que une uma mãe a seu filho, biológico ou não.

Os McIntosh são a prova de que as boas ações são retribuídas. 

Se você ainda não é, considere se tornar um doador de órgãos e deixe sua família saber. 

Essa é uma das atitudes mais nobres que o ser humano pode ter.

No vídeo abaixo você pode conhecer mais detalhes desta comovente história. 

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR