Ele viajou mais de 6.000 km para conhecer seu amor Online e é rejeitado por "ser pobre"

Ele viajou mais de 6.000 km para conhecer seu amor Online e é rejeitado por "ser pobre"23shares

Nestes tempos modernos, é comum ouvir histórias de pessoas tentando encontrar o amor de sua vida através da Internet. E há milhares de páginas e aplicativos que são responsáveis ​​por relacioná-lo a um estranho de qualquer parte do mundo com quem você compartilha alguns interesses.

Embora alguns casais tenham tido um final feliz depois de se conhecerem na Web, a maioria dos casos termina em decepção. Claro, tudo é uma questão de sorte, no entanto, o mais aconselhável é encontrar o amor "a moda antiga". 

Alguns dias atrás, a Internet parou para ouvir a história de um homem que viajou 6.888 quilômetros da Grã-Bretanha para a República Dominicana para conhecer sua "namorada" virtual e acabou sendo rejeitado por ser muito pobre. Você acredita? Continue lendo para descobrir os detalhes!

Por favor, COMPARTILHE este artigo com seus amigos, você não quer que eles tenham a mesma experiência desagradável que este casal teve e deixe nos COMENTÁRIOS sua opinião sobre esta história louca. Queremos saber! 

Com tantos aplicativos como Tinder, Meetic, Badoo e Happn, é fácil acreditar que o amor de sua vida está por trás de alguns cliques. 

Porém, há ve tantos casos relatados de fracassos amorosos que parece mais aconselhável buscar o amor da maneira antiga: através de um relacionamento cara a cara. 

Um desses fracassos foi o do galês Glyn Thomas Bailey.  

Quem, há cerca de 6 meses, conheceu a sensual Wilfa Soto Peguero, que vive na República Dominicana, e quem ele considerou ser o amor de sua vida.

O mais impressionante é que, são pessoas de países muito diferentes que não falam a mesma língua.

No entanto, o tradutor do Google revelou-se uma ferramenta maravilhosa para que ambos fizessem esse amor crescer.

E seu amor se intensificou de tal forma que um dia Glyn decidiu visitar sua amada.

Algo que Wilfa aceitou porque "ele prometeu ajudá-la a criar seus 4 filhos", confessa a mulher.

Tudo pareceu bem, até Glyn, chegar ao Aeroporto de Punta Cana e Wilfa descobrir algo inesperado:

Seu querido galês não tinha passagem de volta, nem dinheiro nos bolsos. Foi aí que tudo aconteceu! 

Sem qualquer outra solução, Wilfa levou o homem para sua casa, mas depois de alguns minutos ela publicou um vídeo alarmante nas redes sociais. 

No vídeo, a dominicana pede ajuda de seus contatos para que alguém leve Glyn, já que ela não tem como mantê-lo.

Então, Glyn gastou suas economias em um bilhete para a República Dominicana para acabar sendo rejeitado por sua namorada virtual por "não ter dinheiro".

Não sendo suficiente, agora o galês está preso no país.

E sem um lugar para dormir.

Wilfa explica que ela concordou em se encontrar com Glyn porque ele prometeu ajudá-la a criar seus filhos.

"Pedi que ele me enviasse dinheiro para que eu pudesse ir ao aeroporto para buscá-lo e ele nunca me enviou nada, mas ainda peguei dinheiro emprestado para ir buscá-lo", diz a mulher. 

Mas quando o encontrou no aeroporto, ela percebeu que ele tinha vindo com a intenção de ficar.

"Eu percebi que ele veio com a intenção de ficar aqui e eu não posso cuidar disso, eu expliquei de mil maneiras, se eu tivesse minha própria casa, eu o deixaria ficar, mas eu não tenho", disse a dominicana. 

No entanto, Wilfa diz que nunca foi sua intenção procurar um homem por dinheiro.

É só que ela não pode mantê-lo e cuidar de seus filhos ao mesmo tempo.

Em vídeo, Wilfa deixa um aviso para todas as mulheres do mundo.

"Estou fazendo esse video para muitos jovens, para muitas mulheres, para que eles aprendam com o que aconteceu comigo e não tentem encontrar o amor na Internet", diz Wilfa. 

No momento, o paradeiro de Glyn é desconhecido.

Embora se espere que ele volte para seu país natal nos próximos dias com a ajuda dos diplomatas britânicos.

Este é, sem dúvida, um excelente exemplo de por que não devemos confiar completamente nesses relacionamentos na Internet.

Esperamos que Wilfa e Glyn possam encontrar parceiros ideais um dia. 

E você, viajaria até onde para conhecer alguém da internet? 

Deixe-nos a sua resposta nos COMENTÁRIOS. E COMPARTILHE essa história com seus amigos. 

Acho que não.
DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR