Evite reaquecer esses 10 alimentos

Evite reaquecer esses 10 alimentos10shares

Uma das opções mais populares para consumir nossa comida é prepará-las com antecedência e depois reaquecê-las no momento em que formos comer. No entanto, o fato de ser popular não significa que é a opção mais benéfica porque, embora seja verdade que pular refeições não seja saudável, existem certos alimentos que representam um alto risco para a saúde, uma vez que são repetidamente sujeitos a altas temperaturas.

Agora, como saber quais deles são os mais prejudiciais? Dado o dilema a esse respeito, muitos pesquisadores têm estudado essa questão, chegando a conclusões realmente surpreendentes. Um dos mais difundidos tem sido o relatório apresentado pela rede de notícias www.bbc.com, desenvolvido pela Agência de Normas Alimentares do Reino Unido (FSA), que indica em detalhes as causas e consequências que podem trazer para a saúde esta prática com certos alimentos. Continue lendo para saber mais.

1. Batatas

Este é um dos vegetais mais comuns, cujo sabor enlouquece a qualquer um em qualquer uma de suas formas de preparação, que também tem grandes qualidades nutricionais. Apesar disso, uma vez que se esfriam, perdem parte importante de seus valores nutricionais e podem até se tornar tóxicos para o organismo, representando um perigo para a saúde.

2. Ovos

Não é segredo que o cozimento do ovo é bastante delicado, por isso é recomendável fazê-lo com muito cuidado. Enquanto isso, devolvê-lo a altas temperaturas poderia reativar algumas das bactérias que o tornarão prejudicial.

3. Espinafre

Sua alta concentração de nitrato faz com que, uma vez exposta a altas temperaturas, seja transformada em nitritos, cuja ingestão deve ser controlada para não atingir níveis perigosos que intoxiquem o corpo. Além disso, os nitritos são considerados importantes agentes cancerígenos, por isso, cuidado!

4. Frango

Sua carne é capaz de armazenar uma enorme quantidade de bactérias, muitas delas ativadas pelo calor. É tanto que é mais aconselhável consumi-lo frio, uma vez já preparado. 

5. Beterraba

Elas também têm nitratos que se transformam em nitritos quando reaquecidos. 

6. Aipo

Automaticamente, quando superaquecidas, as células cancerígenas que possui são ativadas, bombardeando nosso organismo com elas.

7. Cogumelos

Uma vez preparado, recomenda-se consumi-lo à temperatura ambiente. A razão? Isso ajuda a minimizar o risco de contaminação bacteriana.

8. Arroz

Muito se diz sobre as bactérias que o grão de arroz possui, que não são completamente eliminadas após o cozimento. Mas, além disso, é importante notar que, quando reaquecido, eles se multiplicam exponencialmente, tornando-se ainda mais arriscado. Recomenda-se consumir em um período máximo de 24 horas após sua preparação inicial, desde que permaneça em refrigeração adequada.

9. Macarrão/ pastas

A bactéria que esse alimento contém morre quando aquecida, mas às vezes pode produzir esporos altamente tóxicos e resistentes, resultando em vômitos e diarréia. É melhor deixar esfriar e depois guardá-lo na geladeira imediatamente.

10. Peixes e mariscos

De antemão, a sua preparação é geralmente delicada, uma vez que trazem consigo muitas bactérias, pelo que devem ser muito bem desinfectadas antes de cozinhar. Além disso, uma vez cozidos eles rapidamente começam a se decompor, o que torna o consumo subsequente altamente arriscado.

Bônus: frituras

Talvez seja um sinal o fato de que, por exemplo, as batatas fritas têm um gosto horrível quando reaquecemos. Além da alteração de seu sabor, alguns óleos podem desenvolver grandes quantidades de gorduras trans quando submetidas a altas temperaturas novamente. 

É importante esclarecer que você pode sim comer outras refeições que sobraram.

Algumas dicas permitirão que você faça isso de maneira segura para sua saúde

Entre as principais recomendações dos especialistas estão:

  • Reaquecer o mais rapidamente possível após a preparação original, com uma temperatura não superior a 70 graus Celsius;
  • Coloque apenas a quantidade de comida que você vai reaquecer, para não reaquecer o mesmo prato várias vezes;
  • Evite o risco de contaminação, mantendo os alimentos cozidos e crus separados;
  • Quando você reaquecer um prato que leva mais de um alimento, cubra-os para que o aquecimento seja homogêneo.

Qual é a comida que você mais reaquece na sua rotina? Deixe seu COMENTÁRIO e não se esqueça de COMPARTILHAR esta informação com todos os seus amigos.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR