Um drone capturou imagens destes 22 locais proibidos e com acesso restrito

Um drone capturou imagens destes 22 locais proibidos e com acesso restrito1shares

Ah, tecnologia! ... Há muitas pessoas que podem dizer que vivemos no pior período da história, por todos os problemas e situações que estão acontecendo em todo o mundo, mas também devemos reconhecer que, nesses tempos, a tecnologia avançou muito e isso nos trás coisas surpreendentes todos os dias e nos permite testemunhar eventos e momentos incríveis que em breve serão lidos nos livros de história. A tecnologia também nos permite ver a milhares de quilômetros e, no conforto de nossas casas, lugares incríveis ou, no caso deste artigo, "lugares proibidos".

E isso é exatamente o que este DRONE fez, mas o que é um drone? .... Um Drone é um tipo de dispositivo voador não tripulado que pode ser controlado remotamente; Um drone pode ser usado em muitas tarefas que o humano não pode ou não quer realizar, ou é simplesmente muito perigoso, como a exploração de resíduos tóxicos, e para fins militares.

Nós do boamente.co  te apresentaremos o trabalho fotográfico que este drone conseguiu realizar. Ele foi capaz de acessar lugares proibidos e extremamente perigosos do planeta.

1. Síria

Desde 2011, as cidades mais importantes do país tem sido devastadas devido à guerra.

2. Pripyat, Ucrânia

Esta cidade fica a poucos quilômetros da central nuclear de Chernobyl, que sofreu o maior dano no pior desastre nuclear da história. Ao lado de Chernobyl, existe o sistema de defesa "Russian Carpenter Bird", que recebeu esse nome devido ao som produzido pelas ondas quando capturadas por um dispositivo de rádio.

3. Bobina gigante de Tesla

Foi criada pelo físico Nikola Tesla, e produz choques elétricos espetaculares, o que o tornou muito famoso. Foi descoberto a 40km de Moscow. Atualmente funciona perfeitamente e está sob uma vigilância rigorosa.

Uma vez que a União Soviética foi dissolvida, as pessoas assumiram que a torre havia sido abandonada

Mas essas fotos mostraram que não era totalmente verdade.

4. Área 51, Nevada, Estados Unidos

É o lugar "secreto" mais famoso do mundo, popular desde 1950 por ser um suposto ponto de observação de OVNIs e encontros extraterrestres. É estritamente proibido entrar. Há rumores de que seja uma base militar nos Estados Unidos, mas alguns não acreditam nessas versões e estão convencidos de que muitos segredos surpreendentes são mantidos alí.

Em agosto de 2015, quando Hans Faulkner tirou esta sequência de fotos em drones, sinais de "drones não são permitidos" foram colocados nas instalações, para que os entusiastas de OVNIs se abstivessem de inventar coisas

5. Ōkuma (Fukushima), Japão

É a cidade que foi devastada pelo tsunami de 2011, onde a central nuclear de Fukushima Dai-ichi sofreu graves danos. E então aconteceu o segundo pior desastre nuclear da história. Mais de 150 mil pessoas foram evacuadas, e Ōkuma tornou-se uma cidade fantasma.

6. Kazantip, Criméia

No ano de 1976, a construção da usina de energia atômica da Criméia foi planejada, mas devido à instabilidade da terra, o projeto foi abandonado em meio a construção. De 1993 a 1999, o "Reaktor", um festival de música eletrônica, foi realizado na área. Em 2005, uma empresa privada adquiriu toda a área.

7. Cidade proibida de Pequim, China

Você pode visitá-la em certos horários e pagar o respectivo ingresso, mas é proibido tirar fotografias aéreas do Palácio Imperial e do governo chinês. O fotógrafo Trey Ratcliff foi deportado da China depois de capturar essas imagens.

Outra imagem proibida do Complexo do Palácio Imperial

O fotógrafo Ratcliff conseguiu obter algumas imagens aéreas da impressionante cidade antes que seu drone fosse confiscado e ele foi preso pelas autoridades chinesas.

8. Debaltsevo, Ucrânia

Em 2014 ocorreu um conflito entre as forças militares pró-russas e ucranianas, quando os militares russos se juntaram à Criméia. A área é chamada de "The Debaltsevo caldero".

9. Granja Smithfield Foods, Tar Heel, Carolina do Norte, EUA

Esta é uma das instalações de uma empresa fornecedora de carne, que se tornou conhecida devido as condições pouco saudáveis ​​em que trabalha. Observa-se um lago improvisado onde os resdíduos produzidos pelo abate terminariam. A vermelhidão da água é do sangue, que quando vazou para as fazendas vizinhas, afetou o cultivo da terra e se tornou um foco de infecções nunca antes vistas.

10. Spitsbergen, Noruega

No ano de 2007, o governo norueguês criou o Svalbard Global Seed Vault. Funciona como uma espécie de arca de Noé, na qual a maior quantidade de sementes de várias frutas e plantas do planeta são protegidas e serão usadas caso ocorra uma catástrofe natural ou uma mudança climática iminente.

Este material registrado por um drone mostra a localização remota do cofre

Ele foi projetado em 2006 para impedir a entrada de umidade e, aparentemente, é tão impenetrável que a instalação permaneceria seca mesmo se as calotas polares derretessem.

11. Taj Mahal, Índia

Esta imagem, vista de um drone, é hoje proibida porque é uma zona de segurança, onde vemos como os primeiros turistas entram logo pela manhã.

12. Forte de Amber, Índia

Em Jaipur, na Índia, é proibido fotografar locais históricos com drones, por motivos de segurança. Você pode até ser preso por isso.

13. Pripyat, Ucrânia

O impacto radioativo do desastre nuclear de Chernobyl, em 1986, permanece visível até hoje, com edifícios desabitados por décadas. Muitas pessoas ainda não se atrevem a viajar ou abordar essas áreas porque foram irradiadas.

14. Imagem de Ōkuma, Fukushima

Ōkuma tornou-se uma cidade fantasma quando o colapso nuclear na usina de Fukushima, causado pelo tsunami, destruiu a área. Você pode ver como a metade inferior da casa foi dizimada pela água. Em várias áreas, o acesso ainda é restrito.

15. Istambul, Turquia

Este drone capturou este gráfico da mesquita azul em Istambul, Turquia. Este tipo de fotos aéreas em "lugares sagrados" não são permitidas.

16. Aeroporto de Newark, EUA 

A FAA proibiu o uso de drones perto de aeroportos. Tal ofensa carrega uma multa de US $ 25.000, além de acusações criminais. Você só pode voar dentro de um raio de cinco milhas de um aeroporto depois de obter uma autorização oficial. A agência também proibiu o vôo de objetos não tripulados acima de 400 pés, devido ao medo de uma possível colisão com aeronaves.

17. Imagem de Karachi, Paquistão

O mais aconselhável é não usar drones em Karachi, ou quase em nenhum lugar do Paquistão. Quase certo que irá gerar problemas, se você é americano, provavelmente pensarão que você é um espião que está tirando fotos e eles o seguirão pela cidade.

18. São Petersburgo, Rússia

O estaleiro Admiralty em São Petersburgo, na Rússia, sede da marinha russa. As instalações militares e de defesa nacional não permitem que os drones voem sobre suas terras.

19. Vista do Pentágono 

Somente o Pentágono ou a Força Aérea Americana podem operar drones em bases militares e prédios estatais, a ordem é destruir e abater qualquer drone não oficial ou autorizado.

20. Kremlin, Moscou

Em 2014, as autoridades russas proibiram estritamente drones sobre o Kremlin em Moscou.

21. Jama Masjid, Índia

Jama Masjid, o coração do Islã na Índia. A estrutura de arenito vermelho foi construída sob as ordens do mesmo imperador mogol que construiu o Taj Mahal. Na maioria dos países muçulmanos, é proibido fotografar mesquitas e templos religiosos do ar.

22. Em Washington D.C. drones são proibidos em muitas áreas, mas eles sempre continuam filtrando imagens e vídeos na internet

Surpreendente, você não acha? 

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR