Uma linda menina indígena envolvida na polêmica da nova definição de "beleza"

Uma linda menina indígena envolvida na polêmica da nova definição de "beleza"1shares

Para tirar uma boa fotografia, nao é preciso ir para grandes cidades ou visitar países distantes. A beleza está em todos os lugares, só é preciso um pouco de atenção e sabedoria para apreciá-la.

Até mesmo na cultura podemos encontrar beleza. E indo um pouco mais adentro de nosso país, podemos apreciar os costumes dos povos indígenas, que são únicos e espectaculares.

Se você não acredita, pode ver o trabalho desse fotógrafo que se encarregou de retratar a beleza que existe nas culturas indígenas mexicanas. E seu mais famoso trabalho é o retrato de "A menina mais bonita do México" que é uma menina indígena por quem o mundo se apaixonou devido sua beleza.

Relaxa alguns poucos minutos e desfrute das lindas imagens que este fotógrafo compartilhou. Você fará uma viagem ao México através de suas fotos!

Conheça a Diego Huerta.

Um fotógrafo professional, nascido no México, que apesar de viver em Austin, Texas, fez um grande trabalho ao retratar a beleza da cultura nativa mexicana. Mostrando ao mundo o encanto que existe nos povos indígenas... Diego trabalhou duro para mostrar ao mundo muito do México e seu povo.

E entre essas pessoas, se encontra a belíssima Adriana.

Cuja foto causou sensaçao em 2011 e foi nomeada como "a menina mais bonita do México" a quem Diego teve a oportunidade de fotografar nesse ano e novamente 6 anos depois, mostrando-nos sua evolução, ainda que sua essência seja a mesma.

Apesar de ter apenas 20 anos, Diego dedicou seus últimos 5 anos para visitar e retratar as comunidades indígenas no México.

Seu primeiro trabalho foi em Oaxaca, onde trabalhou em um projeto chamado "Inside Oaxaca" (Dentro de Oaxaca) e desde então se empenhou em retratar a beleza que vai descobrindo em cada uma das comunidades do país. 

Ele ficou encantado em Guelaguetza com a magia que envolve as celebrações anuais e que recebem muitos visitantes. 

Diego comenta que ficou sumamente maravilhado com as cores e as caras de seus modelos, sabia que alí logo encontraria sua musa. 

Ficou tão apaixonado que quis investigar mais sobre suas origens.

Para documentar sua maravilhosa história através da lente de sua câmera.

Assim surgiu o projeto "Native Nation" (Nação Nativa).

Onde retrata mais de 50 comunidades indígenas no México.

Claro que Diego compartilha se trabalho em suas diversas redes sociais!

Tudo com o fim de criar empatia para com esses povos, que foram esquecidos pela sociedade moderna.

E mais, Huerta confessa que a discriminação acontece não só por parte dos Estados Unidos.

Mas também no México, onde muitas comunidades nativas sofrem a rejeição de seu próprio país. Situação realmente lamentável.

Porém, seu trabalho trouxe grande alegria.

Permitindo-lhe conhecer maravilhosas pessoas e costumes.

Agora, 6 anos depois, Diego voltou a se encontrar com a menina que encantou o mundo inteiro.

Huerta foi convidado por Liz, irmã de Adriana, para visitar novamente Chiapas. Aí teve a oportunidade de viajar a Copainalá para encontrar-se com a linda Adriana.

A menina continua linda igual! 

O fotógrafo confessa que ficou impactado com a alegria e beleza que irradiam da jovem mulher, que apesar de ser surda e não falar, segue sorrindo.

"Não há dúvidas que a beleza da verdadeira mulher mexicana está muito acima de todos os concursos de beleza", disse Diego. 

E temos certeza de que suas palavras são verdadeiras!

E você? O que achou do impressionante trabalhou deste fotógrafo?

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR