Você acha que está ficando louco? Aqui você pode encontrar a resposta e ajuda

Você acha que está ficando louco? Aqui você pode encontrar a resposta e ajuda0shares

A demência é basicamente a deterioração da razão e da memória, o que, é claro, afeta principalmente as funções sociais do indivíduo.

Uma das primeiras coisas que observamos é a incapacidade de completar as atividades da vida cotidiana que há algum tempo atrás, a pessoa era capaz de realizar por conta própria. Isso naturalmente deriva da dependência dessas pessoas, o que afeta muito suas famílias e a própria sociedade.

Um dos maiores mitos que existe sobre a demência é que ela ocorre apenas em pessoas mais velhas, e embora seja verdade que essas pessoas sofrem mais com isso, essa doença degenerativa pode afetar as pessoas gradualmente a partir de uma idade mais precoce.

É por isso que é aconselhável estar atento aos sintomas que podem indicar que a demência está se inclinando para fora da nossa porta, para poder pedir ajuda o mais rápido possível.

Quais são as formas mais comuns de demência?

Isto é importante saber, uma vez que o fator genético pode desempenhar um papel importante no aparecimento desta doença. O mais comum na doença de Alzheimer, cobrindo entre 60% e 70% dos casos. Há também demência devido a corpos de Lewy, demência vascular e demência frontotemporal.

Existe um tratamento?

Embora não haja cura, existe um tratamento para ajudar pessoas que sofrem de demência para ter uma melhor qualidade de vida. E quanto mais cedo for diagnosticada, mais eficaz o tratamento pode ser.

É possível fazer algum tratamento preventivo?

Segundo os especialistas, um bom conselho é fugir de um estilo de vida sedentário e de vícios como o álcool e o tabaco. Também ajuda a ter uma dieta saudável, social e cognitivamente ativa.

Como isso afeta os membros da família?

Econômica, física e acima de tudo emocionalmente. As famílias com um membro próximo com demência são altamente afetadas, por isso é importante ter todo o apoio possível, especialmente das autoridades competentes.

Socialmente, o que podemos fazer?

Antes de tudo, não esqueçamos que a demência é um tipo de deficiência e que devemos lutar pelos seus direitos da mesma forma que com qualquer outra deficiência. É importante que eles possam se sentir parte de nossa sociedade, com as mesmas liberdades e direitos.

Como posso saber se estou em risco de demência?

Aqui estão os sintomas que ajudarão você a identificar se está em risco. Se você se identifica com eles, então é hora de procurar ajuda de um profissional.

1. Mudança de humor sem razão aparente ou excessiva podem ser um dos sintomas da demência.

2. Falta de concentração, dificuldade de organizar seus pensamentos ou até mesmo não seguir uma simples conversa.

3. A dificuldade em administrar o tempo ou colocar eventos em sua memória fora dos intervalos de tempo em que ocorreram.

4. Um dos sintomas mais frequentes é a repetição, especialmente em conversas.

5. Da mesma forma, seguir as tramas de livros, filmes ou eventos pode ser quase impossível.

6. Falta de memória, especialmente a curto prazo, e por coisas simples, como conversas recentes ou lugares onde guardamos algo.

7. Cansaço, letargia, depressão, perda de capacidade de desfrutar de coisas que geralmente gostávamos de fazer.

8. Deixar de lidar com as tarefas mais simples da rotina diária.

9. Como numa conversa, as pessoas com demência têm dificuldade em se expressar por escrito.

10. Como consequência da falta de memória, há o medo de coisas novas e mudanças.

11. Esquecer as palavras, especialmente as do dia-a-dia.

12. Não reconhecer os lugares e espaços que você conhece, sentir-se totalmente perdido.

Se você descobriu que pode ter alguns desses sintomas, não hesite em procurar ajuda. E não se esqueça de compartilhar esta informação com seus amigos.

DEJANOS SABEN TU OPINION
TE LO RECOMENDAMOS
TU PUEDE INTERESAR